Skip to content
Venda de sapatos: como vender sapatos online em 2021 | Oberlo

Venda de sapatos: como vender sapatos online em 2021

Artigo por Time Oberlo

A venda de sapatos pela internet é um negócio que tem boas perspectivas para os próximos anos. Saiba como montar a sua loja online e faturar!

O mercado mundial de calçados alcançou US$ 365,5 bilhões em 2020, e a expectativa é de que ele tenha um crescimento anual de 5,5% nos próximos anos, podendo valer US$ 530,3 bilhões em 2027.

Então que tal considerar a possibilidade de trabalhar com a venda de sapatos online? Abrir um e-commerce é uma forma de unir o útil ao agradável, já que essa é uma forma de ganhar dinheiro em casa, evitando enfrentar um trânsito caótico e gastar tempo com deslocamento.

Vem de Drop com o Oberlo!

Comece agora seu negócio online de dropshipping e venda sem estoques.

Abra a sua loja

E o principal: com uma loja online, você constrói um negócio sem ter que investir uma alta soma de dinheiro para arcar com aluguel e mobiliário. Com o dropshipping, nem estoque você vai precisar montar — vamos explicar isso direitinho neste post, ok?

Nas linhas a seguir, você vai saber como montar uma loja de calçados. Vamos falar sobre os recursos dos quais você vai precisar e quais cuidados tomar para criar um e-commerce de sucesso.

Acha que seria interessante vender sapatos em uma loja online? É só continuar lendo e aproveitar nossas dicas!

Como vender sapatos

Como vender sapatos: pessoa fazendo compras online

É verdade que as lojas físicas ainda vão existir por muito tempo. Afinal, há pessoas que não abrem mão da experiência de visitar um estabelecimento comercial, conversar com um vendedor e ver o produto de perto.

Acontece que essas pessoas têm tido uma participação cada vez menor no varejo, e as estatísticas do e-commerce são prova disso. O comércio online brasileiro cresceu 47% nos seis primeiros meses de 2020, e a estimativa é de que, até 2024, o crescimento anual seja  de 17%.

Quando comparamos uma loja física com um e-commerce, a segunda opção também tem a vantagem de, em alguns casos, nem exigir um estoque, o que diminui muito o custo das operações. Você vai entender isso direitinho daqui a pouco, quando falarmos sobre o dropshipping, ok?

Por isso, se você pensa em trabalhar com a venda de sapatos, saiba que um e-commerce pode ser mais vantajoso do que uma loja física. Mas, para isso, você vai precisar de uma estrutura, concorda?

Nos tópicos a seguir, falaremos sobre alguns aspectos do seu negócio que você precisa definir.

Como vender sapatos pela internet: modelo de negócio

Antes de começar a trabalhar com a venda de sapatos, é importante definir um modelo de negócio. Uma opção seria encontrar fornecedores, comprar uma grande quantidade de produtos e montar um estoque.

Mas, como talvez você imagine, essa alternativa não é das mais simples. Pense bem em tudo o que está envolvido: um bom estoque de calçados custa caro e ocupa um espaço imenso. Sem contar que, se você não vender os itens dentro de um tempo relativamente curto, eles podem até sair de linha e encalhar.

Percebe o quanto isso é inconveniente para uma pessoa que está começando a empreender? Pequenos negócios exigem soluções mais práticas, e isso nos leva a outro modelo de negócio: o dropshipping.

Nesse caso, não é preciso montar um estoque para trabalhar com a venda de sapatos: você inclui na sua loja os produtos que quiser, e define o preço de cada item do modo como achar melhor.

Desse modo, quanto mais baixo for o preço no fornecedor, maior poderá ser sua margem de lucro. Mas não se concentre no preço a ponto de abrir mão da qualidade, ok? É importante trabalhar com produtos de qualidade para garantir a fidelização dos clientes.

Quando uma pessoa fizer um pedido, é só você acionar o fornecedor, e ele enviará o produto para o comprador. Você, por sua vez, ficará com a diferença entre o valor pago pelo cliente e o valor cobrado pelo fornecedor.

Veja um esquema do dropshipping para ficar mais fácil de entender:

infográfico explicando como funciona o Oberlo

Daqui a pouco vamos falar sobre como montar uma loja de calçados com pouco dinheiro. Aí você vai entender melhor como o dropshipping funciona na prática, ok?

Como vender sapatos pela internet: redes sociais, marketplace e site

Depois que você escolher um modelo de negócio para vender sapatos, é preciso pensar nos canais de vendas que serão usados para comercializá-los. Se você unir os poderes das redes sociais, dos marketplaces e de uma loja virtual, seu negócio poderá faturar cada vez mais.

Vamos explicar isso melhor: algumas pessoas começam a vender pelo Instagram e pelo Facebook, já que as redes sociais são uma maneira de conseguir as primeiras vendas sem precisar de uma estrutura mais bem elaborada.

Embora isso possa funcionar no começo, talvez seja necessário evoluir lá na frente, até para dar conta da demanda crescente. Por isso, vale a pena buscar os marketplaces, como é o caso do Mercado Livre e da Amazon.

Trabalhar com a venda de sapatos ou de qualquer outro produto nessas plataformas é como abrir uma loja em um shopping: você se coloca lado a lado com grandes lojistas e aproveita o tráfego intenso que existe nas imediações.

Mas, para continuar crescendo e fortalecer seu branding, vale a pena criar um site na internet e colocar sua loja virtual nele. Nesse caso, seu e-commerce não ficaria dentro de um shopping, mas em uma rua da cidade, de modo que será preciso atrair as pessoas usando estratégias de marketing.

Como vender sapatos pela internet: marketing digital

Se você abrisse uma loja física no seu bairro, seria preciso fazer uma boa divulgação para atrair as pessoas, certo? O mesmo acontece ao criar uma loja online para a venda de sapatos: o fato de ela ser bonita, oferecer uma boa experiência de navegação e conter os melhores produtos para vender não vai atrair visitantes.

As pessoas precisam saber que sua loja existe e quais produtos ela oferece, e o marketing digital ajuda justamente nisso. As redes sociais, por exemplo, são ótimas para atrair potenciais clientes para sua loja virtual.

Dica: fazer marketing digital é muito mais do que simplesmente publicar posts com fotos de produtos nas redes sociais. Faça nosso curso de marketing digital gratuito e em português!

Agora você já tem uma noção de como vender sapatos na internet. Mas vamos nos aprofundar um pouco na parte técnica para que você saiba como montar uma loja de calçados.

Como montar uma loja virtual de calçados

Existem várias maneiras de montar uma loja online — algumas são complicadas, outras são incrivelmente simples.

Uma possibilidade é contratar uma equipe de desenvolvedores para que eles montem a loja e implementem todas as funcionalidades necessárias, como carrinho de compras, sistema de pagamentos, cálculo de frete, entre tantas outras.

Não precisamos nem falar o quanto tudo isso seria caro e trabalhoso, né?

E se você pudesse criar um e-commerce para a venda de sapatos por conta própria, sem a necessidade de conhecimento na área de programação? A boa notícia é que você pode fazer isso por meio de plataformas como a Shopify.

Depois de criar sua conta, você já pode escolher um template para personalizar o layout, inserir produtos, configurar meios de pagamento e assim por diante.

Dica: saiba como montar uma loja virtual em menos de 30 minutos!

Se você não tem muito dinheiro para começar seu negócio, lembre-se de que é possível vender sapatos por meio do dropshipping. Veja a seguir como montar uma loja de calçados nesse modelo com a ajuda da Shopify.

Como montar uma loja de sapatos com pouco dinheiro

O que você faz quando precisa de uma funcionalidade que ainda não existe no seu celular? Por exemplo, talvez você queira tirar fundo de imagem ou editar vídeos. Nesse caso, é só visitar a loja de aplicativos e instalar um app específico, não é?

Na Shopify acontece a mesma coisa. Se você quer fazer dropshipping na sua loja, é só visitar a App Store da Shopify e instalar um aplicativo que faça o que você quer.

Alguns dos apps de dropshipping que você encontra por lá são o Oberlo, o DSers, o CJDropshipping, entre outros. Por meio desses aplicativos, é possível integrar sua loja a fornecedores internacionais.

Mas você também tem a opção de buscar fornecedores de dropshipping nacionais e verificar se eles oferecem integração com a Shopify. Por isso, é importante avaliar qual é a melhor alternativa para você trabalhar com a venda de sapatos: dropshipping nacional ou internacional.

Veja este vídeo sobre como encontrar um fornecedor confiável para sua loja:

Assim que você instalar um app de dropshipping, é só começar a escolher os produtos e adicioná-los na sua loja. Logo você fará suas primeiras vendas sem ter que gastar muito dinheiro para montar um estoque.

Só não se esqueça de que os tamanhos asiáticos não são iguais aos brasileiros, ok? Nós até publicamos um conteúdo que explica como converter tamanhos asiáticos de roupas para medidas brasileiras. Se você for vender sapatos importados na sua loja, preste muita atenção nessa diferença de tamanhos, combinado?

Dica: quer entender mais a fundo como trabalhar com dropshipping? Confira nosso guia completo para fazer dropshipping com a Shopify!

Agora que você sabe como montar uma loja de calçados, talvez esteja se perguntando se esse segmento é realmente lucrativo. Leia o tópico seguinte e descubra!

Vender sapatos é lucrativo?

Vender sapatos é lucrativo?

O Sebrae de Santa Catarina apontou as principais vantagens da venda de sapatos:

  • O segmento é estável;
  • As pessoas compram calçados com frequência;
  • Esse mercado é pouco afetado pela sazonalidade;
  • Existe uma alta demanda dos públicos masculino e feminino;
  • A lucratividade é alta.

Mas, se você vai ter um negócio lucrativo ou não, vai depender muito de um bom planejamento. Por exemplo, é preciso ter a consciência de que, mesmo se você converter corretamente os tamanhos asiáticos para os brasileiros para fazer dropshipping internacional, alguns clientes vão querer fazer trocas e devoluções.

Afinal, mesmo que o tamanho esteja correto, o cliente pode não gostar do produto ao vê-lo pessoalmente. Acontece que ocorrências desse tipo significam um custo para você, já que é a loja — e não o cliente — que deve arcar com esses custos.

O interessante é que muitos lojistas consideram esses custos ao fazer a precificação de produtos. Eles analisam quanto a loja gastou com trocas e devoluções em determinado período e comparam esse número com a quantidade total de produtos vendidos. Assim, é possível chegar a um valor médio que deve ser adicionado ao preço de cada produto.

Por exemplo, imagine que você tenha vendido 10 pares de calçados, mas um cliente fez uma devolução, que teve um custo de R$50 referente ao frete. Se fosse para rachar essa conta entre os outros nove pares vendidos, quanto ficaria para cada um?

É só dividir 50 por 9, o que dá R$5,55. Adicionando esse valor ao preço de todos os sapatos da loja, cada venda vai ajudar a arcar com o custo de eventuais trocas e devoluções, entendeu?

Mas é claro que toda a estrutura de uma loja virtual envolve outros custos. Se você considerar todos eles ao definir os preços dos produtos e fizer um bom trabalho de marketing digital, seu negócio de venda de sapatos terá boas perspectivas pela frente.

Venda de sapatos na internet: conclusão

A expectativa é que a venda de sapatos cresça nos próximos anos. O mercado global de calçados deve superar os US$530 bilhões em 2027, o que é ótimo para quem pensa em empreender nesse segmento. Mas é importante precificar corretamente os produtos e caprichar no marketing digital.

Gostou da ideia de montar uma loja de calçados? Descubra como a Shopify pode ajudar você a vender sapatos online!

Quer saber mais?

Conteúdos relacionados