Skip to content
Tráfego orgânico: aumente o da sua loja em 2021! I Oberlo

Tráfego orgânico: 3 dicas para bombar as vendas da sua loja (e uma dica bônus)

Artigo por Time Oberlo

Se você gerar tráfego orgânico para a sua loja, as vendas aumentarão e o seu negócio se fortalecerá. Descubra como fazer isso!

Você cria a sua loja de e-commerce em uma plataforma robusta, faz ela ficar com um visual super bonito e inclui os melhores produtos. Mas aí o tempo vai passando e as vendas simplesmente não acontecem. Você investiga os motivos e descobre que a quantidade de visitas está muito baixa. Aí é hora de começar a gerar tráfego orgânico para a sua loja.

Esse é um conceito importantíssimo para quem cria um site, um blog ou um e-commerce. Pense no que acontece com uma loja física. De que adianta dedicar tempo, energia e dinheiro para montar toda a estrutura se nenhum cliente aparecer para aproveitá-la?

Isso vale não só para o mundo físico, mas também para o virtual. Por isso, é preciso entender o que é tráfego orgânico e suas diferenças em relação ao tráfego pago. Nós queremos ajudar você a ter um e-commerce de sucesso, e é por isso que preparamos este post.

Além de entender o conceito, você vai ver como gerar tráfego orgânico para a sua loja em 2021. Continue lendo e aproveite as nossas dicas!

(Dica do Oberlo: quer vender pelas redes sociais? Comece agora o nosso curso gratuito Marketing Digital, com Michelle Jakobs).

O que é tráfego orgânico?

Tráfego orgânico se refere às visitas que um canal digital recebe naturalmente, sem a necessidade de anúncios. Isso vale para blogs, sites e lojas virtuais, bem como para as redes sociais, como os perfis que um negócio tem no Instagram ou no Facebook.

Se um canal recebe muitas visitas, podemos dizer que o tráfego é intenso. Por outro lado, se a quantidade de visitas é pequena, o tráfego está ruim e essa situação precisa ser revertida. Do contrário, você não conseguirá vender o suficiente para que seu negócio se desenvolva.

A principal fonte de tráfego orgânico é o Google. Aliás, as estatísticas do buscador são impressionantes! São 40 mil buscas por segundo, 3,5 bilhões por dia e 1,2 trilhões por ano. A cada segundo, são dezenas de milhares de pessoas tirando dúvidas, resolvendo problemas e comprando produtos a partir do Google.

Percebe como a sua loja pode aumentar o tráfego orgânico se conseguir um bom posicionamento no buscador? Isso explica por que as primeiras posições na página de resultados são tão desejadas.

Mas você deve estar se perguntando como gerar tráfego orgânico a partir do Google e como se posicionar bem por lá. Já vamos explicar isso para você. Mas, agora que ficou claro o que é tráfego orgânico, vale a pena compará-lo com o tráfego pago para entender o papel de cada um.

Tráfego orgânico e pago: qual é a diferença?

No tráfego pago, você obtém visitas para os seus canais de venda a partir de anúncios pagos. Uma maneira de fazer isso é configurar anúncios no Google Ads. Você define palavras-chave que, quando forem pesquisadas pelo usuário, farão com que seu anúncio seja exibido.

Para você entender melhor, veja o que acontece quando pesquisamos “curso de desenho” no Google:

Os primeiros resultados são anúncios que foram configurados para aparecer quando o usuário pesquisa a palavra-chave “curso de desenho”. Por meio do Google Ads, seus anúncios podem ser exibidos também em sites variados, desde que eles estejam inscritos no programa AdSense.

Você já deve ter percebido que, depois de visitar um produto em uma loja virtual, talvez ele continue aparecendo em outros sites, né? Veja um exemplo:

As visitas geradas por anúncios como esses são um tráfego pago que complementa o tráfego orgânico.

Você também pode gerar tráfego pago com a ajuda do Facebook Ads, que está disponível para perfis comerciais dentro do Facebook Business. Uma das possibilidades é criar campanhas de anúncios e segmentar o público a ser impactado. Além disso, você pode impulsionar publicações presentes na sua linha do tempo.

Até aqui você já descobriu o que é tráfego orgânico e tráfego pago, mas talvez esteja se perguntando qual deles é a melhor opção. Vamos ver isso no próximo tópico.

Tráfego orgânico e pago: qual é melhor para o meu negócio?

Se o tráfego orgânico não gera custos diretos, talvez você chegue à conclusão de que ele é o melhor. Só que não é bem assim. O orgânico e o pago podem se complementar muito bem e podem, até, trazer resultados incríveis em uma estratégia de marketing digital.

Considere alguns aspectos do tráfego orgânico. Ele exige tempo, esforço e dinheiro na preparação do conteúdo que será posicionado no Google. Além disso, pode levar alguns meses para que a estratégia produza resultados, já que leva tempo até que os buscadores comecem a compreender a qualidade do conteúdo que está no seu site ou blog.

Mas veja que interessante: depois que a estratégia de tráfego orgânico for estruturada, ela continua gerando resultados no longo prazo.

Com os anúncios pagos, por outro lado, você pode atrair tráfego imediatamente, já que a estratégia não tem um período de maturação. No entanto, se você parar de veicular anúncios, o tráfego gerado será interrompido instantaneamente.

Por isso, ambos os tipos de tráfego podem se complementar muito bem

Sendo assim, como gerar tráfego orgânico? É sobre isso que vamos falar agora.

Como gerar tráfego orgânico para a minha loja virtual?

Agora que você sabe o que é tráfego orgânico, certamente vai gostar das dicas de como gerá-lo.

Tráfego orgânico: cuide do SEO da sua loja virtual

SEO se refere a Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca. Aprimorar o SEO significa recorrer a técnicas que fazem o Google e outros buscadores verem que sua loja virtual merece ficar bem posicionada nas páginas de resultados.

Mas, afinal, como fazer isso? 

Um fator de ranqueamento importante é o texto usado no título de cada página, que é formatado com a heading tag H1, ou Título 1. Se você usa uma plataforma como a Shopify, não é preciso se preocupar com essa formatação, ok?

No entanto, é preciso ter atenção ao formular esse título, visto que ele deve deixar bem claro qual é o conteúdo da página. 

Por exemplo: se você estiver criando uma página para a categoria “Papelaria”, o título dela deve ser “Papelaria”. Não seria adequado escrever algo como: “Nós temos os melhores artigos de papelaria para você usar no seu home office. Aproveite para comprar agora mesmo!”

Entende a ideia? Essa frase pode servir como chamada nas redes sociais, mas, se for usada no título de uma página, acabará prejudicando o SEO. Como resultado, o tráfego orgânico será afetado.

Em cada página, seja de categoria ou de produto, é importante formular também um texto bem objetivo e que contenha a palavra-chave para inserir no campo meta-title. Esse é o campo que aparece em destaque nos resultados de busca:

Outro campo importante para o SEO é a meta-description, que também deve conter a palavra-chave, e que aparece logo abaixo do meta-title:

Nós acabamos de mostrar a você três fatores de SEO que influenciam no posicionamento da sua loja no Google. Consegue imaginar quantos fatores existem? Calcula-se que seja cerca de 200!

E você sabe que nós gostamos de facilitar a sua vida quando o assunto é o sucesso da sua loja virtual, né? É por isso que nós preparamos um guia de SEO para dropshipping. Confira e aprenda muitas outras técnicas de SEO!

Tráfego orgânico: invista no marketing de conteúdo

Quem quer saber como gerar tráfego orgânico em algum momento se depara com o marketing de conteúdo. A ideia dessa estratégia é atrair visitantes para o site a partir das dúvidas que essas pessoas têm no dia a dia. Para isso, é preciso ter um blog e abastecê-lo com conteúdo de qualidade. 

Quer entender melhor como isso funciona?

Suponhamos que você tenha um e-commerce de artigos de papelaria. No blog da loja, você poderia postar artigos com os títulos:

  • Como parar de procrastinar?
  • Como montar um home office confortável?
  • Como decorar o home office?

Quando pesquisarem esses assuntos no Google, os usuários poderão encontrar o blog da loja, desde que ele esteja otimizado para os mecanismos de busca, como falamos no tópico anterior.

Depois desse contato inicial, você poderá desenvolver um relacionamento com os visitantes. A partir do blog, eles logo conhecerão a sua loja e estarão mais propensos a comprar nela. 

Percebeu como o marketing de conteúdo pode contribuir para o tráfego orgânico?

Tráfego orgânico: use e-mail marketing

Em um blog, existe um momento em que o visitante se torna um lead. Isso acontece quando ele informa nome e e-mail para se cadastrar na newsletter. Ou então quando ele baixa um e-book para aprender mais sobre determinado assunto.

Qualquer que seja o método para gerar leads, é importante desenvolver um relacionamento próximo com as pessoas que estão na sua lista, e o e-mail marketing é uma maneira de fazer isso.

Com a ajuda de ferramentas de automação de marketing, você pode enviar conteúdos para estimular o interesse dos seus contatos. Quando encontrarem algo interessante no e-mail, essas pessoas vão clicar para saber mais e serão direcionadas para a sua loja.

O e-mail marketing tem um custo baixo e, dependendo do caso, pode até ser gratuito. Por isso, ele é considerado uma fonte de tráfego orgânico, e pode contribuir para o desempenho da sua estratégia de marketing.

Agora que ficou claro como gerar tráfego orgânico para o seu e-commerce, temos um bônus para você: vamos explicar o que fazer para aumentar o tráfego orgânico no Instagram. Confira as dicas que separamos!

Bônus: como aumentar o tráfego orgânico no Instagram

Quando se trata de tráfego orgânico, não tem como deixar de falar sobre o Instagram, já que, para lojistas de dropshipping, essa rede é fundamental. Na verdade, lojas de vários tipos podem se beneficiar do tráfego gerado no Insta.

Acontece que alguns empreendedores ficam frustrados com a falta de alcance de suas publicações. Sendo assim, como gerar tráfego orgânico no Instagram e conduzir os seguidores para a loja virtual?

Um passo importante é acessar os insights da audiência e descobrir quais são os melhores horários para publicar seus posts.

Além disso, publique conteúdos que sejam do interesse da sua audiência, e não aquilo que só você acha interessante. As hashtags também podem ajudar suas publicações a ter um alcance maior; inclusive, pode ser interessante criar hashtags e incentivar seus seguidores a usá-las ao postar fotos.

Outra ação interessante é repostar as publicações da sua audiência quando elas estiverem alinhadas com os objetivos da sua estratégia, já que isso pode aumentar o engajamento e a identificação por parte dos seguidores.

Os stories e as lives também contribuem para o engajamento da audiência e o alcance do perfil. E não se esqueça de fazer CTAs (calls to action, ou chamadas para a ação) quando você se comunicar com os seguidores. No final dos stories, de um post ou de uma live, indique qual é o próximo passo — curtir, compartilhar, comentar, marcar os amigos, seguir nas outras redes sociais, visitar a loja etc.

Se você movimentar o seu perfil no Instagram de maneira estratégica, é possível ampliar seu alcance orgânico na rede e, de quebra, ter mais uma fonte de tráfego orgânico para a loja virtual.

Gere tráfego orgânico e venda de maneira consistente

Agora que você já entendeu como funciona o tráfego orgânico, é só correr para colocar nossas dicas em prática. Às vezes, surgirão dúvidas, mas o nosso blog está cheio de conteúdos que podem ajudar você a ganhar dinheiro na internet vendendo cada vez mais.

Que tal começar a desenvolver uma estratégia de tráfego orgânico agora mesmo? Confira o post em que explicamos como criar um blog!

Tráfego orgânico: resumo

Tráfego orgânico se refere às visitas que seu site, blog ou loja virtual recebe de maneira natural, sem que você precise veicular anúncios pagos. Esse tipo de tráfego requer uma boa estratégia e atenção ao criar as páginas do e-commerce. No entanto, ele pode continuar dando resultados no longo prazo.

Como gerar tráfego orgânico para a sua loja em 2021

  • Aplique técnicas de SEO
  • Invista em marketing de conteúdo
  • Use e-mail marketing

Quer saber mais?

Conteúdos relacionados