Landing page: 7 exemplos incríveis para você se inspirar

Matheus Santos Anunciar e promover

9 minutos 0 comentários

A gente sabe que é importante causar uma boa impressão.

E isso vale não só na vida real, mas também no mundo do empreendedorismo online.

Por isso mesmo, é crucial que você consiga cativar a atenção dos seus visitantes e leads – e uma das melhores estratégias para mantê-los interessados no potencial da sua loja virtual é saber construir uma landing page com um visual poderoso e um conteúdo imperdível, que ajude a transformar esses leads em um clientes fidelizados.

Só que uma landing page, também conhecida como página de aterrisagem, não é só mais uma página da web. Diferente do que acontece com a grande maioria das páginas de um site, que funcionam como páginas de produto, páginas de blog ou espaços com informações relevantes, as landing pages possuem um único objetivo: converter clientes.

No post de hoje, vamos mostrar o que deve ter em uma landing page – e 7 exemplos concretos de landing pages que convertem.

Vamos lá?

Descubra milhares de produtos para começar a vender online. Sem compromisso nem cartão de crédito.

Tenha Oberlo agora. É de graça.

Landing page: quais são os elementos que não podem faltar?

Landing page: quais são os elementos que não podem faltar? | Elementos de design de um site

Antes de chegarmos nos nossos 7 exemplos de landing pages, precisamos conversar um pouquinho sobre o que é uma landing page – e o que, exatamente, faz com que essa página seja tão diferente das outras páginas de um site.

Uma landing page é uma página autônoma ou independente do resto do site, projetada com um único objetivo: fazer com que os clientes assinem a newsletter da marca, participem de um programa VIP de pontos, comprem um item específico ou qualquer outra ação concreta. É por isso mesmo que as landing pages também são chamadas de páginas de conversão.

Essas páginas costumam ser configuradas em campanhas e anúncios pagos do Google, Facebook Ads e outras redes sociais, mas também podem estar vinculadas a uma campanha específica de e-mail marketing. Além disso, muitas landing pages costumam funcionar como um redirecionamento fixo para leads que estão tentando acessar o site via mecanismos de busca.

Idealmente, uma landing page deve conter os 4 elementos abaixo:

  • Uma mensagem criada especificamente para a página e escrita de uma forma que incentive os visitantes a realizarem a ação desejada (comprar o produto, assinar a newsletter…);
  • Cabeçalhos e conteúdos concisos, objetivos e cativantes, capazes de ilustrar os benefícios e vantagens do que está sendo anunciado;
  • Layout, design e links com uma pegada minimalista, para não confundir os visitantes;
  • Botões de CTA (“call-to-action”, também conhecidos como “chamada para ação”) coloridos, chamativos e bem-desenhados para garantir a conversão.

Agora sim: vamos dar uma olhada em 7 exemplos concretos. Como você vai ver, alguns seguiram à risca a lista acima; outros decidiram pensar fora da caixa e acabaram criando soluções bem interessantes.

Os 7 melhores exemplos de landing pages

1. Hubspot

Landing page da Hubspot

A landing page acima, da Hubspot, funciona como a página inicial para novos usuários e visitantes que estão sendo redirecionados a partir do Google. Como mencionamos anteriormente, isso é bastante comum, e várias páginas de aterrissagem funcionam dessa maneira.

Além de um design bastante cativante, que mostra as soluções oferecidas pela plataforma de uma forma elegante e simples, a página também traz a missão e a mensagem que a Hubspot quer passar em apenas algumas linhas.

A melhor parte? O botão de CTA laranja, que segue a identidade visual da marca e indica claramente o que os visitantes ganharão se clicarem ali: uma versão gratuita das soluções de marketing da Hubspot.

Aliás, se você ainda não tem uma identidade visual bem-definida para a sua marca, vale a pena dar uma olhadinha nos significados das cores e na importância de uma estratégia de brand awareness.

Ainda temos mais 6 modelos de landing page para você conferir. É só rolar para baixo

2. Landing page de e-commerce: Shopify

Landing page de e-commerce: Shopify

A landing page da Shopify tem um único objetivo: fazer com que leads e visitantes realizem o cadastro na plataforma e comecem o período de avaliação gratuita de 14 dias.

Assim como vimos no exemplo da Hubspot, o botão de CTA da Shopify não deixa dúvidas: se você clicar nele, iniciará o período de teste.

Assim como acontece com a grande maioria das landing pages, a página da Shopify começa com um cabeçalho e um subtítulo cativantes. Nesse caso, a Shopify destacou o que a plataforma faz (ajudar lojistas a vender online) e quantas pessoas usam a plataforma (mais de um milhão).

Mas se mesmo assim os visitantes não estiverem muito convencidos, eles só precisam rolar a página para baixo: ali, estão três caixinhas de texto que mostram os principais benefícios da plataforma, e uma lista bem minimalista com algumas das marcas que já usam a Shopify.

E sabe a última coisa que está na página? Outro botão de CTA, para garantir que os visitantes escolham a Shopify como solução de e-commerce.

3. Modelos de landing page: SEMRush

Modelos de landing page: SEMRush

A SEMRush é uma das melhores ferramentas de SEO do mercado – e é justamente essa a mensagem que está sendo transmitida na landing page da marca.

Assim como nos exemplos acima, o botão de CTA é bem claro: o objetivo aqui é converter visitantes com um teste grátis de 7 dias. E, tal como a Shopify, a SEMRush também aproveita o espaço da landing page para listar alguns de seus clientes mais famosos.

Só que a plataforma vai mais além, e lista também os quatro prêmios mais recentes que recebeu – uma garantia imediata de que a marca é mundialmente reconhecida, e um fator que sem dúvidas aumenta a confiança dos leads.

Se a gente continuar na página e rolar um pouquinho para baixo, vai ver que a SEMRush também apostou nos números para mostrar toda a jornada da marca: uma lista bem minimalista traz algumas informações sobre os serviços oferecidos pela plataforma, e uma outra logo abaixo elenca todas as soluções que os usuários poderão utilizar se optarem por assinar os serviços da SEMRush.

4. Wine

Landing page da Wine

A landing page da Wine é ousada: ela ignora quase todas aquelas recomendações que listamos lá em cima, mas o resultado final é absolutamente incrível.

Diferente das outras landing pages que vimos até agora, a landing page da Wine não quer só vender um único produto: ela quer mostrar como funciona o clube de assinatura da marca, que tem duas possibilidades de plano (anual e mensal).

O cabeçalho da página já começa com uma oferta: 3 meses grátis + 2 taças de cristal, no plano anual. Se o visitante selecionar a opção “mensal”, o cabeçalho muda para ofertar 6 meses com 15% de desconto no valor da mensalidade.

Se essa primeira oferta não funcionar, não tem problema: a segunda parte da landing page foi construída para anunciar as vantagens, os benefícios e o valor da experiência oferecida pela marca.

A ideia da Wine é vender um consumo exclusivo e diferenciado de vinhos, e é exatamente isso que essa landing page faz: apostando numa paleta de cores fixa e em um design bem contemporâneo, a página vai lentamente mostrando os motivos que fazem da marca a escolha ideal para os amantes de vinho.

5. Modelos de landing page: Nubank

Modelos de landing page: Nubank

A landing page da Nubank, por outro lado, é o exemplo perfeito da lista que mostramos lá em cima, quando estávamos conversando sobre o que deve ter em uma landing page.

Simples, cativante e extremamente elegante, essa landing page investe forte no roxo que é a marca registrada do banco – e, com apenas uma única frase, convida os visitantes a conhecerem mais sobre o Nubank.

Diferente das outras landing pages que mostramos antes, no entanto, ela não possui um botão de CTA claro – mas, em vez disso, apresenta um cadastro incrivelmente simples e objetivo.

E o que acontece com aqueles visitantes que não quiserem preencher o cadastro imediatamente?

Eles podem rolar a tela para baixo, onde estão algumas informações mais detalhadas sobre o banco e sobre as opções de conta e cartão oferecidas. Tudo, claro, seguindo a mesma pegada minimalista da imagem acima.

6. Landing page para loja virtual: Sobrebarba

Landing page para loja virtual: Sobrebarba

Assim como a landing page do Hubspot lá no nosso primeiro exemplo, a landing page da Sobrebarba funciona como homepage para visitantes que acessam o site da loja via Google.

Com um design rústico e uma paleta de cores mais sóbria, a imagem principal do site traz uma mensagem bem curta e objetiva, com um botão de CTA “Comprar” que vai redirecionar os visitantes para o site da loja.

As informações logo abaixo também são bastante objetivas, mas agregam um valor importante à experiência de compra: a marca, afinal, usa ingredientes 100% naturais, não faz teste em animais e tem uma pareceria para garantir o reflorestamento da Reserva do Uatumã, na Amazônia.

Se o lead continuar rolando a página para baixo, vai descobrir outras informações relevantes: uma seção com os destaques da semana na loja, um resumo com alguns dos aromas utilizados nos produtos da marca e uma seção com avaliações e feedbacks de clientes.

Mais ao final, estão também alguns trechinhos do blog da marca e uma seção de FAQ. A landing page da Sobrebarba não converte para uma única compra: ela quer fidelizar clientes e manter uma relação duradoura com eles.

Aliás, se você ainda não tem ou não sabe como criar um blog para a sua marca, agora é a hora de investir nesse formato: além de ajudar no crescimento orgânico da loja, o blog também é um excelente aliado para quem quer criar uma marca sólida no mercado.

7. Exemplos de landing pages minimalistas: Spotify

Exemplos de landing pages minimalistas: Spotify

Para encerrar a nossa lista, a landing page mais minimalista que você vai ver hoje: a landing page do Spotify.

A mistura de cores parece inesperada, mas na verdade funciona super bem como um mecanismo que chama a atenção do cliente: ao preservar o tom de verde que já é praticamente indissociável da marca e misturá-lo com esse azul forte que serve como cor de fundo, o Spotify está introduzindo seus leads logo de cara ao tipo de identidade visual que está sendo desenvolvida dentro do app.

O conteúdo escrito também é mínimo: três palavras no cabeçalho principal e duas frases logo embaixo, seguidas pelo botão de CTA que redirecionará os leads ao cadastro para o Spotify Free, a versão gratuita da plataforma.

O interessante da landing page do Spotify é que ela não precisa vender os benefícios e vantagens do produto, pois a marca já se estabeleceu no mercado como uma das principais plataformas de músicas e podcasts do mundo.

Mas isso não significa que é um exemplo de algo que está fora do seu alcance – afinal de contas, você não precisa ser um gigante do e-commerce para adotar uma estratégia minimalista. Na verdade, uma landing page como essa pode ser uma boa inspiração para quem quer construir frases curtas e cativantes, e até mesmo para quem estiver querendo ousar na paleta de cores da loja.

3 dicas para construir landing pages que realmente convertem

Agora que você já viu alguns dos melhores exemplos de landing pages da internet, está na hora de anotar 3 dicas exclusivas para quando for construir a landing page da sua loja:

  1. Certifique-se de que a landing page é compatível com dispositivos móveis. Isso, aliás, vale para todas as outras páginas do site;
  2. Se você estiver construindo uma landing page com um formulário de cadastro, siga o exemplo do Nubank e deixe apenas os campos que são absolutamente necessários. Quanto maior o número de campos para preencher, menores serão as suas chances com os leads;
  3. Se for possível, inclua um vídeo. Ele não precisa ser longo: pode ter apenas alguns segundos ou poucos minutos – o suficiente para mostrar as principais vantagens da sua marca.

A gente começou esse texto falando o que deve ter em uma landing page, mas você já deve ter percebido que embora alguns elementos sejam constantes (como o botão de CTA e as mensagens bem curtas e objetivas), não há uma receita fixa para criar uma landing page de sucesso.

No final do dia, o segredo para criar uma landing page que realmente consiga converter leads e transformá-los em clientes é entender quem é o público-alvo da marca, qual é a melhor linguagem para se comunicar com esse público e qual é o diferencial da loja e dos serviços/produtos que são oferecidos.

3 dicas para construir landing pages que realmente convertem

Modelos de landing page: resumo

  1. A Hubspot apostou num design leve e elegante para apresentar a marca e os serviços oferecidos aos leads.
  2. A Shopify apostou numa landing page objetiva para converter leads e direcioná-los para o cadastro na plataforma.
  3. A SEMRush usou sua landing page para listar os prêmios da marca e estabelecer desde cedo uma relação de confiança com os leads.
  4. A landing page da Wine é uma porta de entrada para os serviços de assinatura da marca.
  5. A landing page da Nubank aposta no roxo que é a identidade visual da marca para cativar leads.
  6. A Sobrebarba aposta em uma landing page bem completa, que funciona como homepage para leads e visitantes que são direcionados via Google.
  7. A landing page do Spotify é uma aula para quem quer criar páginas minimalistas.

Descubra milhares de produtos para começar a vender online. Sem compromisso nem cartão de crédito.

Tenha Oberlo agora. É de graça.

Quer saber mais?

Matheus Santos
Matheus Santos
Matheus é especialista em marketing. Ele adora descobrir novas histórias de sucesso, e tem a missão de ajudar qualquer pessoa a empreender e ter sucesso no dropshipping.