Skip to content

Dropshipping com a Shopify – Perguntas Frequentes

Artigo por Andrew Roach

Se você acompanha as evoluções do comércio eletrônico, talvez já tenha ouvido falar no dropshippingum modelo de negócios que tem experimentado uma grande popularidade entre os empreendedores mais antenados – e que pode fazer maravilhas por muitos e-commerces e lojas virtuais. 

Contudo, o dropshipping ainda é apenas um nome estranho para muita gente, e foi por isso mesmo que criamos este artigo: estamos aqui para responder a algumas das perguntas mais frequentes sobre o dropshipping, os fornecedores de produtos e a gestão de negócios virtuais.

Tópicos

Dropshipping – Perguntas Frequentes:


O que é o dropshipping?

O dropshipping é um modelo de negócios que elimina a necessidade de estoques físicos. Quando um lojista vende um produto com o dropshipping, ele só precisa comprar o item em questão com o fornecedor – e este, por sua vez, enviará o produto diretamente para o cliente. Se quiser saber mais sobre o dropshipping, é só clicar aqui.

infográfico explicando como funciona o Oberlo

Como abrir um e-commerce com o modelo de dropshipping?

Se você está se perguntando como abrir um e-commerce que utilize o modelo de negócios do dropshipping, pode respirar tranquilo: é um processo bem simples. Na realidade, dá para fazer isso em menos de 30 minutos!

A primeira coisa a fazer é configurar a sua loja na Shopify; depois, você precisará instalar o DSers, adicionar os produtos e selecionar um tema; e pronto. Se você está procurando ideias de produtos para vender, confira esta página.

Como funciona o dropshipping?

O dropshipping é um modelo de negócios simplificado: depois que o cliente fizer um pedido na sua loja, você só precisará comprar o produto em questão com o seu fornecedor e repassar as instruções para que o item comprado seja entregue diretamente na casa do cliente. A melhor parte? Você pode administrar o seu e-commerce de qualquer lugar do mundo.

Preciso ser uma pessoa jurídica para vender com o dropshipping?

No Brasil, o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) não é obrigatório para abrir uma loja virtual, pois algumas formas de pagamento e plataformas de comércio eletrônico permitem cadastros com o CPF do proprietário. No entanto, nós sempre recomendamos a regularização de um e-commerce ou loja virtual, já que a maioria dos fornecedores e provedores de serviços de pagamento online exige a emissão de notas fiscais. Além disso, a regularização também aumenta a credibilidade da marca junto aos clientes e a possibilidade de obter financiamentos.

Vale lembrar ainda que as regras para registro de pessoa jurídica variam de país para país: se você estiver com alguma dúvida, entre em contato com a Receita Federal do Brasil para obter informações mais específicas sobre a legislação vigente.


DSers – Perguntas Frequentes:

O que é o DSers?

O DSers é um aplicativo de dropshipping que funciona na plataforma da Shopify. Com ele, você pode adicionar produtos à sua loja virtual e vendê-los aos seus clientes.

Como funciona o DSers ?

Com o DSers, você pode importar produtos de fornecedores internacionais para a sua loja da Shopify e enviá-los diretamente para os seus clientes. Tudo isso com apenas alguns cliques. Você também não precisa se preocupar com o processo de empacotamento e envio, já que isso fica tudo por conta dos seus fornecedores. 

O DSers é gratuito?

O DSers conta com uma avaliação gratuita de 14 dias e com uma modalidade de plano grátis.

O DSers está disponível no meu país?

Sim! Você pode utilizar o DSers para administrar um e-commerce ou uma loja virtual sediados em qualquer país do mundo. Quando falamos de uma loja que trabalha com o modelo de dropshipping, a localização geográfica é irrelevante; é por essas e outras que você não precisa se preocupar em manter um estoque físico.

O DSers está disponível apenas em inglês?

Sim. Partes dele estão disponíves em português, mas apenas em tradução de máquina, então você provavelmente vai se deparar com umas coisas meio estranhas.

Posso utilizar o DSers no meu próprio site?

O DSers funciona em outras plataformas de e-commerce, mas a Shopify certamente será a que oferecerá os melhores recursos.

Posso importar produtos do Alibaba?

Não. Com o DSers, você só pode importar e vender os itens que estão disponíveis nos marketplaces do DSers e do AliExpress; infelizmente, não é possível adicionar produtos de outras plataformas.


Como abrir um e-commerce ou loja virtual – Perguntas Frequentes:

Qual é o investimento inicial necessário para abrir uma loja ou e-commerce no DSers?

Uma das maiores vantagens de abrir uma loja ou um e-commerce com o dropshipping no DSers é o baixíssimo investimento inicial. No entanto, é importante que você esteja ciente de que precisará desembolsar um pequeno valor por conta do plano de assinatura da Shopify, o seu orçamento de marketing e outras despesas extras que você terá com os seus primeiros pedidos. Se você quiser comprar um domínio personalizado, também precisará pagar uma pequena taxa.

Contudo, é importante frisar que sai bem mais em conta abrir uma loja de acordo com o modelo do dropshipping do que uma loja virtual padrão: você não precisará comprar em grandes quantidades, nem se preocupar com os procedimentos de envio e entrega. É por isso mesmo que o dropshipping é um dos melhores modelos de negócios da atualidade.

Como posso alterar a moeda da minha loja?

O DSers importa, por padrão, todos os produtos em dólares norte-americanos. Para alterar essa configuração, é só baixar um aplicativo de conversão de moedas na App Store da Shopify e alterar o símbolo da moeda nas configurações da Shopify. Você também pode fazer isso manualmente, sem nenhum aplicativo.

É melhor abrir uma loja genérica ou uma loja de nicho?

Uma das coisas mais bacanas do DSers é a possibilidade de vender praticamente tudo por meio do modelo de dropshipping; no entanto, recomendamos que empreendedores iniciantes comecem com uma loja de nicho. Há diversas vantagens em seguir esse caminho: não há uma concorrência tão acirrada; é mais fácil identificar o seu público-alvo e as estratégias de marketing não são tão complexas.

Quais são as margens de lucro que posso esperar?

A resposta para isso depende – e muito – dos tipos de produtos que você está disposto a vender.

Se você comprar produtos mais baratos, que custem em torno de R$ 15,00, talvez possa vendê-los por um valor até quatro vezes mais alto, ou seja: por algo entre R$ 60,00 e 75,00. No entanto, essa prática não é recomendada para produtos mais caros: se o produto é vendido por R$ 90,00 pelo fornecedor, algo em torno de R$ 180,00 seria o preço final adequado para o consumidor.

No geral, recomendamos que você aumente em pelo menos R$ 30,00 o valor dos produtos que deseja vender. Dessa forma, você não só gera lucros para a sua loja como também cobre as despesas de marketing, do plano da Shopify, as taxas de transações e quaisquer outras taxas necessárias.

Outra dica é conferir os preços praticados pelos seus concorrentes para produtos semelhantes – e utilizar essas informações como referência. Procure sempre monitorar os preços dos seus produtos e ajustá-los, caso julgue necessário, para melhorar a taxa de conversão.

Quantos produtos devo adicionar à minha loja?

A maioria dos empreendedores adeptos do dropshipping costuma anunciar vários produtos diferentes em suas lojas – mas, se você estiver atrás de uma quantidade específica, nós sugerimos algo entre 10 e 200 produtos. Isso fará com que o cliente não fique disperso e consiga encontrar sem grandes problemas o produto que está procurando.

Posso utilizar as imagens e fotografias de produto publicadas pelos meus fornecedores?

Sim. Na realidade, esta é uma prática bem comum entre os donos de lojas ou e-commerces adeptos do modelo de dropshipping – é só não se esquecer de retirar os logotipos, as marcas d’água ou outros nomes de marca das imagens. Por via das dúvidas, peça permissão ao fornecedor.

É claro que você também pode tirar as suas próprias fotos; nesse caso, recomendamos a leitura deste guia.

Como posso fazer minha primeira venda?

A primeira venda de uma loja virtual é sempre um grande desafio, independente da experiência prévia que você tenha como empreendedor; afinal, uma das coisas mais essenciais para uma loja recém-lançada é um alto grande volume de tráfego. Mas não precisa se desesperar: há inúmeras maneiras de se conseguir isso.

Você pode, por exemplo, usar os serviços de redes sociais como o Facebook, o Twitter e o Instagram para publicar conteúdos relevantes e que estimulem os usuários a visitarem a sua loja virtual. Outra opção é compartilhar links para a loja em fóruns, grupos do Facebook e em outras comunidades virtuais nas quais o seu público-alvo está presente; no entanto, vale lembrar que é importante agir com moderação para não criar uma reputação indesejável para a loja.

Outra opção é compartilhar links para a loja em fóruns, grupos do Facebook e em outras comunidades virtuais nas quais o seu público-alvo está presente; no entanto, vale lembrar que é importante agir com moderação para não criar uma reputação indesejável para a loja. Outra excelente estratégia para gerar tráfego? O marketing de influência. Os influenciadores são celebridades ou pessoas relevantes que têm o poder de guiar as decisões de compra e incentivar o envolvimento de certos grupos de pessoas. Se você optar por recorrer ao marketing de influência, a dica é entrar em contato com influenciadores que tenham um público-alvo parecido com o seu.

Você também pode utilizar canais pagos de marketing para direcionar grandes volumes de tráfego para sua loja; uma boa estratégia, nesse caso, é investir em anúncios do Facebook ou então no Google AdWords. Não se esqueça de ler todos os detalhes e pormenores sobre essas diferentes plataformas antes de tomar uma decisão – afinal, ninguém quer desperdiçar aquele lucro tão importante com uma estratégia errada.

As vendas acontecerão eventualmente – o primeiro passo é atrair pessoas até a sua loja! Afinal de contas, qualquer um que a visitar será um cliente em potencial.

Demora muito tempo para realizar a primeira venda?

A verdade é que você pode realizar a sua primeira venda no seu primeiro dia; no seu primeiro mês de operação ou só um ano depois de ter aberto a sua loja. Tudo depende das suas estratégias de marketing, do seu público-alvo e da forma como você está anunciando a sua loja e os seus produtos. Nós oferecemos recursos e dicas valiosos, compatíveis com diversos canais de marketing. Vem descobrir!

Posso usar o endereço da minha loja no pacote enviado para o cliente, e não o endereço do fornecedor?

Infelizmente, os nossos fornecedores não trabalham com essa possibilidade. Além disso, é necessário que o endereço do fornecedor esteja listado no pacote – especialmente para fins aduaneiros.

Os clientes se incomodam com prazos de entrega maiores quando compram em uma loja que faz dropshipping?

Não! Se você for transparente quanto aos prazos de envio e entrega, os seus clientes provavelmente não irão se importar em esperar alguns dias a mais. Por isso mesmo, é fundamental que você crie uma política de envio bem detalhada e a divulgue de maneira clara e objetiva.

Outra possibilidade é oferecer o frete gratuito; além de ser mais fácil convencer os clientes a comprarem os seus produtos dessa forma, eles também se mostrarão mais flexíveis em relação aos prazos de entrega. A nossa recomendação é que você sempre utilize o ePacket para realizar as suas entregas, pois este é o único método que garante o envio imediato dos produtos.

O que acontece quando o cliente comprar mais de um produto? Eles serão enviados em dois pacotes diferentes?

Se o cliente comprar vários produtos vendidos por fornecedores diferentes, então os itens serão enviados em pacotes separados. No entanto, é pouco provável que os clientes se incomodem com isso; algumas das maiores empresas de comércio eletrônico do mundo também enviam diversos pacotes para um único pedido. Se por acaso algum cliente reclamar, é só explicar que os seus centros de distribuição estão localizados em diversas partes do mundo e que essa é a maneira mais rápida de entregar os produtos comprados.

Por que alguém compraria na minha loja em vez de comprar diretamente do fornecedor?

Porque a sua loja é melhor!

Você é o lojista responsável por oferecer aos clientes um ambiente seguro e agradável no qual eles poderão comprar os produtos que desejarem. Só isso já é completamente diferente da experiência de comprar diretamente com um fornecedor.

Posso customizar meus produtos?

Não. No momento, o DSers não oferece opções de customização para produtos e embalagens. No entanto, é possível que esse recurso seja disponibilizado no futuro.

Posso participar dos Programas de Parceiros da AliExpress?

Sim – mas esta opção está disponível apenas para usuários do plano Pro.

Por que não consigo visualizar minhas taxas de envio?

As taxas de envio não são importadas junto com os produtos porque, idealmente, elas devem ser exibidas apenas para você – e não para os seus clientes; dito isso, é importante que você verifique as configurações da sua loja na Shopify. Por último, tenha em mente que cada produto tem um preço de envio diferente. Para cobrar um preço justo, portanto, a melhor estratégia é selecionar dois países de destino e calcular o custo médio de envio.

Posso vender para qualquer lugar do mundo?

Sim. Contudo, a melhor coisa a se fazer é optar por vender apenas para um ou dois países: dessa forma, é mais fácil calcular os custos de envio, desenvolver e implementar as campanhas de marketing e, é claro, atender aos clientes com maior eficiência.

Posso devolver produtos ou solicitar reembolsos?

Sim, mas cada caso é um caso e não existem regras gerais. A primeira coisa a fazer, em situações como essa, é entrar em contato com o fornecedor e explicar o problema.


Shopify – Perguntas Frequentes:

Como configurar uma loja na Shopify?

Se você pretende criar uma loja na Shopify, sugerimos que você confira o nosso guia de dropshipping com a plataforma. Nele, você encontrará tudo o que precisa para lançar a sua própria loja na Shopify.

Posso vender produtos na minha loja da Shopify que não tenham sido importados do AliExpress ou do DSers?

Sim. O inventário da sua loja pode conter dois tipos de produtos: aqueles que foram comprados ou comercializados por você mesmo – e, é claro, os produtos importados pelo app do DSers.

O que devo fazer depois de adicionar os produtos?

Já criou a sua loja e incluiu os produtos que quer vender? Então agora está na hora de selecionar um tema incrível da Shopify e, em seguida, criar uma estratégia eficiente de marketing. Se você quiser, pode começar a anunciar no Facebook – a plataforma é excelente para empreendedores como você, e está repleta de usuários que estão atrás de um produto como o seu.

Posso começar a vender durante o período de teste de 14 dias?

Não, você não poderá lançar a sua loja na Shopify durante o período de teste. Para remover a senha de bloqueio de acesso à loja ou para aceitar pedidos, você terá de adquirir um plano da Shopify. Mas atenção: mesmo após a compra de um plano, a Shopify não enviará uma fatura antes do final do período de teste.

Mudei de ideia e quero alterar o nome da minha loja na Shopify. E agora?

Calma! Você pode fazer isso sem problemas. Na verdade, é possível alterar o nome da sua loja sempre que quiser: basta acessar a sua conta da Shopify e ir até ‘Settings’ > ‘General’ > ‘Store Details’. Atenção: não é possível alterar o nome de usuário da Shopify e nem o URL ‘.myshopify.com’ que você utiliza para fazer o login.

Tem mais alguma coisa que você queria saber? É só falar com a gente nos comentários abaixo!


Comece a vender online hoje mesmo com a Shopify

Comece sua avaliação gratuita

Quer saber mais?